ENCONTRADA – CARINA RISSI

Oi, Pessoal!

Hoje tem mais uma resenha nacional. É sobre o livro “Encontrada”, sequencia de “Perdida” da Carina Rissi, que você já conferiu a resenha aqui.

Se você ainda não leu Perdida, pare imediatamente porque este post está cheio de spoilers.

capa-frente-encontrada

Depois de finalmente escolher o século XIX como sua morada definitiva, Sofia se vê em meio aos preparativos do seu casamento com Ian. Ainda bem deslocada no tempo em que está vivendo, a moça precisa se acostumar com as tradições que para ela parecem ultrapassadas. Para completar, já respondendo por Sra. Clarke, Sofia recebe uma hóspede inesperada em sua casa: a tia de Clarke, Cassandra, que desaprova o casamento do sobrinho com uma mulher sem modos e sem dote e faz da vida de Sofia um inferno.

O período de adaptação de Sofia também é atrapalhado por sua relutância de depender do dinheiro do marido e a menina acaba se metendo numa baita confusão, após começar acidentalmente um negócio clandestino. Nesta história, novas amizades e mais confusões estão por vir!

O segundo volume desta história está repleta de acontecimentos: traz uma “vilã”, que na minha opinião fez a história não se tornar repetitiva e monótona em sua sequencia, que é  a Tia Cassandra; nos dá uma aula de história, onde Carina desempenhou perfeitamente seu papel de pesquisadora e inseriu na trama diversos detalhes do tempo em questão; traz o belo romance de Sofia e Ian; e finalmente faz uma ponte perfeita com acontecimentos do primeiro livro que até então estavam soltos. Sim, o final do livro foi uma grande surpresa e finalmente trouxe ao leitor as explicações do porquê de tudo ter acontecido desta forma na vida de Sofia.

Carina não decepcionou, desenrolando perfeitamente a história e acima de tudo, dando a cada personagem suas características, como é o exemplo da linguagem utilizada: enquanto a de Sofia é bem informal e cheia de gírias, as dos demais personagens são impecáveis.

Como falei no primeiro post da série, ainda tem o livro “Destinado”, porém de lá pra cá entrou em pré-venda o livro “Prometida”, onde será contada a história de Elisa, irmã de Ian.

Espero que estejam acompanhando esta série maravilhosa. Eu já me encantei por Carina e comprei outros livros dela, os quais pretendo ler em breve.

Até mais!

Anúncios

O ADULTO – GILLIAN FLYN

E aí, Pessoal?

A resenha de hoje é uma dica para quem quer uma boa história, porém está com pouco tempo para ler. Trata-se do conto “O Adulto” da autora Gillian Flyn.

file-3

“Uma jovem ganha a vida praticando pequenas fraudes. Seu principal talento é a capacidade de dizer às pessoas exatamente o que elas querem ouvir, e sua mais recente ocupação consiste em se passar por vidente, oferecendo o serviço de leitura de aura para donas de casa ricas e tristes. Certo dia, ela atende Susan Burke, que se mudou há pouco tempo para a cidade com o marido, o filho pequeno e o enteado adolescente.
Experiente observadora do comportamento humano, a falsa sensitiva logo enxerga em Susan uma mulher desesperada por injetar um pouco de emoção em sua vida monótona e planeja tirar vantagem da situação. No entanto, quando visita a impressionante mansão dos Burke, que Susan acredita ser a causa de seus problemas, e se depara com acontecimentos aterrorizantes, a jovem se convence de que há algo tenebroso à espreita. Agora, ela precisa descobrir onde o mal se esconde, e como escapar dele. Se é que há alguma chance.”

A jovem protagonista é uma mulher que foi criada com toda a malandragem das ruas. Começou pedindo esmolas e desde pequena aprendeu a observar as pessoas e utilizar a melhor tática para cada uma delas. Atualmente trabalhando no Mãos Espirituais, lugar onde ganhava a vida dando prazer aos homens através de suas mãos ( é isso mesmo que você está pensando!), teve que ser “transferida” de setor por ter desenvolvido a Síndrome do Túnel de Carpo (chega a ser engraçado). Então eis que agora ela ganha a vida fazendo o que sabe melhor: ler as expressões das pessoas e dizer o que querem ouvir. Ela agora é uma vidente charlatã.

Um belo dia, chega Susan Burke: uma mulher que parece ter dinheiro, mas se mostra totalmente deprimida. A “vidente” logo vê uma oportunidade de um bom negócio às custas do sofrimento de Susan, que acredita ter algo amaldiçoado em sua casa que está influenciando o comportamento de seu enteado de 15 anos, Miles.

Após uma visita para fazer uma “limpeza” na casa de Susan, a vidente descobre que tem algo realmente estranho na casa e mesmo assustada, resolve investigar o passado do local, ao mesmo tempo que coisas sinistras acontecem.

Com pouco mais de 50 páginas, o conto, que é narrado em primeira pessoa, mostra uma protagonista bem construída, onde Gillian teve a preocupação de mostrar o olhar de uma pessoa que viveu se aproveitando das pessoas com um conhecimento adquirido através da observação. Me pareceu que é exatamente como pessoas reais nesta situação pensam.

Com uma leitura que dura em média uma hora, o conto a príncipio me fez dar boas risadas, trouxe um suspense após a inserção da personagem Susan e uma grande surpresa no Grand Finale.

Tido como uma homenagem às clássicas histórias de terror, “O Adulto” nos traz um misto de sentimentos em poucos minutos.

Na minha opinião é uma história surpreendente e mesmo sem ter lido nada da autora, já comecei a leitura com grandes expectativas, pois ela escreveu o livro “Garota Exemplar” (que tenho e ainda não li), que deu origem a um dos meus filmes favoritos, que também surpreende bastante.

O conto foi eleito o melhor de 2015, ganhando o Edgar Award.

E vocês: têm sugestões de bons contos?

Até a próxima!