O Ano Em Que Disse SIM – Shonda Rhimes

Olá, Pessoal!

Quem curte séries, com certeza já ouviu falar de Shonda Rhimes. Ela é a criadora das séries Grey’s Anatomy (minha favorita e que já vai para sua décima terceira temporada de sucesso), Private Practice (spin-off de Grey’s Anatomy), Scandal e produtora executiva de How to get away with murder. Com exceção de Private Practice, que já foi encerrada, suas séries são transmitidas, uma após a outra, no horário nobre das quintas-feiras na ABC. Não há dúvida que Shonda é uma mente brilhante, mas como é sua vida?

“O Ano Em Que Disse Sim”, da editora Best Seller, não é uma biografia completa da autora e sim o que mudou na sua vida a partir de 2014.

IMG_8619

Depois de anos de trabalho, com séries de sucesso, o nome de Shonda ficou conhecido.

Era uma manhã de Ação de Graças, quando Shonda decide se gabar para sua irmã sobre os inúmeros e invejáveis convites que recebeu por causa do seu trabalho: festas, encontros, reuniões, eventos etc. Foi quando sua irmã fez a seguinte pergunta: “Você vai aceitar um desses convites?” e logo em seguida fez a declaração que mudou a vida de Shonda: “Você nunca diz SIM para nada!”. Essa frase ficou martelando na cabeça de Shonda e no seu próximo aniversário ela decidiu: Passar um ano dizendo sim!

“Se você quer que coisas ruins parem de acontecer com você, pare de aceitar coisas ruins e exija algo mais.”

E esse ano é o ponto central do livro. A escritora fala das dificuldades de começar a socializar conforme foi dizendo os primeiros SIM’s. Ela, que era introspectiva, vivia no seu mundo, é mãe de três filhas, tem sucesso no trabalho, viu que era infeliz por não se abrir às oportunidades. Shonda nos conta como sua vida mudou a partir dos acontecimentos seguintes com pitadas de humor e utilizando de seu talento para contar boas histórias.

“Dizer “não” foi uma forma de desaparecer.”

“Dizer “não” foi minha própria forma silenciosa de suicídio.”

O livro é um instrumento motivacional para dar um incentivo a quem se fecha em sua “casca”. Através de sua experiência ela nos mostra como alcançar a felicidade se conhecendo e aprendendo a ser fiel a si mesma. Como dizer sim ao que você quer pra sua vida, em todos os campos.

Durante a leitura, marquei muitas páginas com frases que considero que se eu as mantiver por perto, serão alavancas para me fazer chegar onde quero.

“Acho que muita gente sonha. E, enquanto estão ocupadas sonhando, as pessoas felizes de verdade, as pessoas bem-sucedidas de verdade, as pessoas relmente interessantes, poderosas, engajadas estão ocupadas, fazendo.”

Uma das partes mais legais do livro é quando ela fala de Christina Yang, que é uma das minhas personagens favoritas de Grey’s  Anatomy e também tive a impressão de ser a dela. Ela fala da influência da personagem na sua vida e da sua vida na construção da personagem. Muito interessante!

Aconselho a todos que leiam, pois é quase como um manual de como ser feliz!

Que venham outros livros de Shonda Rhimes!

Até mais!