Pequenas Grandes Mentiras – Série X Livro

Olá, leitores!

Como eu já havia dito, o livro “Pequenas Grandes Mentiras”, da autora Liane Moriarty, virou uma série da HBO que terá um total de 7 episódios! Dia 18 de fevereiro foi a estreia mundial e eu como toda leitora, não podia deixar de acompanhar e ficar comparando cada detalhe com o livro.

Até o momento, dois episódios já foram transmitidos e se você não leu o livro, pare por aqui, pois podem haver spoilers ao longo desta postagem.

image

Nos papéis principais, Shailene Woodley como Jane, Nicole Kidman como Celeste e Reese Witherspoon como Madeline. Talvez pelo fato de eu ter lido o livro uma semana antes da estreia e já saber quem seriam as protagonistas, não tive resistência quanto às atrizes escolhidas. As crianças eu não conhecia, mas dá pra perceber a essência de cada personagem na atuação de cada uma delas.

No elenco masculino, o único ator que conheço é David Clarke James Tupper.

Quanto às características físicas, imaginava Bonnie loira, Ed e Perry mais velhos e Tom mais imponente.

Mas, vamos às cenas!

O cenário é tal qual imaginei: uma cidade pacata, cercada pelo mar.

A primeira cena de Madeline, em que ela está levando a filha pra orientação, no livro, acontece no dia de seu aniversário de 40 anos, tanto que esse é o motivo pra ela encontrar Celeste mais tarde e juntas beberem champanhe. No episódio, não houve menção à data comemorativa!

Ainda sobre Madeline, na série ela tem duas filhas. Cortaram o personagem do filho do meio.

Tom, pelo que me recordo, é muito simpático com Jane desde o início, o que não foi claro no primeiro episódio. Já no segundo, ele já demonstra querer algum contato, porém ainda não me convenci com a escolha do ator. Imaginava alguém muito bonito e bem articulado, diferente da impressão que tive desse Tom, que me parece tímido.

Ed, no livro, é um rapaz que observa mais do que fala, exceto diante das malcriações de Abigail. Nestes dois episódios foi nítido notar que resolveram mostrar como a situação de Madeline com seu ex o incomoda, pois ele sempre demonstra à sua esposa que ele está se sentindo em segundo plano. Não me lembro de ter essa impressão durante a leitura.

Os depoimentos estão fiéis ao livro, inclusive entrando entre as cenas da série.

Celeste sempre mencionava que seu marido quase nunca batia na sua cara. E adivinhem o que acontece logo no segundo episódio? Um tapa na cara bem dado. Apesar disso, a série mostra exatamente como é a relação dela: doentia e com pouco amor próprio.
Aliás, as cenas de sexo com raiva foram bem reais.

Um ponto que percebi também é que também mostra o ponto de vista da família da Renata. Acredito eu que seja para mostrar os problemas que ocorreram com seu marido.

E o filhinho de Jane? É de dar dó aquele garotinho lindo passando por aquela situação!

Enfim, pra quem leu, parece que muita coisa mudou, mas são apenas detalhes. Será que o final permanecerá o mesmo?

Vamos aguardar!

Quem tiver acompanhando e quiser fazer alguma comparação, só deixar nos comentários.

Beijos e até mais!

Anúncios