A História de Nós Dois

E aí, pessoal? Curtindo muito as Olimpíadas? Nós também, mas não deixamos os livros de lado e hoje temos mais uma resenha pra vocês!

O livro de hoje é “A História de Nós Dois” publicado pela Editora Arqueiro e escrito por Dani Atkins. Sim, nós já fizemos resenha de outro livro da Dani: Uma Curva no tempo. Se você não leu, clique aqui. Achei o livro ótimo, um dos melhores que li esse ano e quando vi que a autora tinha outro livro, não perdi tempo ( mas perdi dinheiro, rs, bem gasto por sinal!) e comprei! Vejam a sinopse:

“Emma tem 27 anos, é linda e inteligente e vive cercada de pessoas que ama. Prestes a se casar com Richard, seu namorado desde a época de escola, ela não poderia estar mais empolgada.
Mas o que deveria ser o momento mais feliz de sua vida de repente vira uma tragédia. Emma sofre um acidente e é salva por um estranho minutos antes que o carro em que ela viajava explodisse.
Abalada, ela decide adiar o casamento. E nesse meio-tempo descobre segredos que a fazem questionar as pessoas nas quais sempre confiara – a ponto de duvidar se deve se casar afinal.
Para complicar, ela se sente cada vez mais ligada a Jack, o homem que a salvou e que não sai da sua cabeça. Jack é lindo, gentil e divertido, de um jeito diferente de todos que ela já conheceu. Por outro lado, é Richard quem ela sempre amou… !
Uma mulher, dois homens, tantos destinos possíveis. Como essa história vai terminar?”
IMG_8635
O livro começa com um capítulo que se chama “O fim – parte um”. Nele Emma está narrando o momento atual, em que está se arrumando para ir para a igreja. Veja um trecho:

“Enquanto me maquiava com todo cuidado, meus olhos foram atraídos para o vestido elegante e sofisticado que pendia na porta do guarda-roupa ainda protegido pela capa de plástico. Assim que o vira, tivera certeza de que aquele vestido era a escolha perfeita, e eu queria estar linda para ele no grande dia. Não que ele se importasse com a minha aparência…bem, ao menos não vestida.”

Logo neste primeiro capítulo, Emma fala de alguém especial e vemos que o ela tem seu escolhido diante do triângulo amoroso que a sinopse menciona. O livro é narrado assim, com capítulos alternados do presente e do passado (que começa por “O começo – capítulo 1), este último contando começando pela despedida de solteira de Emma, a quinze dias de se casar com Richard.

Na volta da despedida com suas duas amigas Amy e Caroline, as três sofrem um acidente de carro, que é onde Jack aparece e salva Emma. Diante das consequências deste acidente, Emma adia o casamento, enquanto que fica muito próxima de Jack e o que a princípio era uma ligação pelo episódio em que o rapaz a salvou, logo se torna algo mais forte. Ao mesmo tempo, Emma descobre segredos que mudam sua vida completamente, que ela nunca saberia se o acidente não tivesse acontecido.

O  que me fez ler ininterruptamente foi o fato de ficar ansiosa para saber a quem Emma se refere no presente: Richard ou Jack. Esse vai e vem no tempo mais uma vez foi uma grande sacada da autora.

O livro nos traz como personagem de destaque, além da Emma, óbvio, Richard, o noivo que a conhece desde a infância e tem um forte vínculo com a sua família; Jack que é um escritor americano que está de passagem pela Inglaterra para fazer pesquisas para seu novo livro e que fisicamente é a perfeição em pessoa (!!!); Caroline a Amy, melhores amigas de Emma, que cresceram juntas.

O livro não é só romance, também trata do Alzheimer, que é a doença da mãe de Emma, que se torna mais um preocupação na vida da personagem principal. Esse tema têm sido muito trabalhado ultimamente e fez com que o livro não se torne apenas um romance trivial.

Quanto aos elementos da história, é impossível não fazer ligações com “A Curva no tempo”. Detalhes como a cicatriz que Emma traz no rosto, a menção do cheiro da loção de barbear entre outras coisas que não posso contar por serem spoilers. Entretanto gostei bastante do livro, tanto que não conseguia parar de ler. Dani Atkins me pegou e com certeza leria mais livros dela. Suas histórias trazem desfechos que fogem um pouco do óbvio. E por falar em desfecho, gostei da escolha da personagem, porém o livro poderia dar mais destaque ao final, que achei um pouco sintético demais.

Vou ficando por aqui, com esta indicação de romance que eu adorei e espero que gostem também!

Anúncios

#MLDEFÉRIAS – MARATONA LITERÁRIA

Oi, pessoal!

Hoje vim dividir com vocês os livros que serão lidos por mim na Maratona Literária de Férias, que está acontecendo desde 16/07 e vai até 14/08. A maratona está sendo organizada pelos canais Dear Maidy, Nuvem Literária, Pronome Interrogativo e Literature-se e foram sugeridos 10 temas para a escolha dos 10 livros da Maratona. OK: não estou de férias, mas adoro desafios literários e tô cheia de livros para serem lidos, então fiz minha lista e espero conseguir ler todos (média de 1 livro a cada 3 dias). Vejam:

ML

IMG_8742

Bem, não vou me prolongar muito, até porque esses livros serão as próximas resenhas do blog, então aguardem as resenhas.

OBS: Os livros que não estão na foto, serão lidos por e-book.

Vou ficando por aqui, mas caso alguém queira dividir sua TBR, deixe nos comentários” 🙂

Três Coisas Sobre Você

Oi, como vocês estão?

A resenha de hoje é mais um livro fofo, daqueles que você pode ler entre a leitura de livros pesados para aliviar a ressaca literária. Estou falando de “Três Coisas Sobre Você”, um dos últimos lançamentos da Editora Arqueiro, escrito por Julie Buxbaum.

Primeiro deixe-me dizer que não sabia sobre esse livro e o que me chamou a atenção assim que o vi na livraria foi a capa. Olha que linda!

IMG_8641

Logo peguei o livro na mão para ler a sinopse e descobri que era amor S2!

“Setecentos e trinta e três dias depois da morte da minha mãe, 45 dias após o meu pai fugir para se encontrar com uma estranha que ele conheceu pela internet, 30 dias depois de a gente se mudar para a Califórnia e apenas sete dias após começar o primeiro ano do ensino médio numa escola nova onde conheço aproximadamente ninguém, chega um e-mail. Deveria ser no mínimo esquisito, uma mensagem anônima aparecer do nada na minha caixa de entrada, assinada com o bizarro nome Alguém Ninguém. Só que nos últimos tempos a minha vida tem estado tão irreconhecível que nada mais parece chocante…”

O livro conta a história de Jessie, que é forçada a se mudar de Chicago para Los Angeles para a casa da nova mulher (rica!) do seu pai. Nova cidade, nova escola, novo estilo de vida… A adaptação parece mais difícil: um irmão postiço gay que a ignora, uma madrasta que mal a conhece e uma escola onde não tem amigos. Tudo parece difícil para Jessie até o e-mail de Alguém Ninguém, ou AN, entrar na sua caixa de entrada.

“tenho observado você no colégio, não de modo doentio, mas agora me pergunto: será que o simples fato de eu ter usado a palavra “doentio”, por definição, me torna doentio?”

AN oferece ajuda a Jessie para informá-la sobre tudo no colégio novo: com quem conversar, o que evitar, notícias… De princípio Jessie imagina ser um trote, porém após começar a notar a relutância das pessoas em fazer amizades, ela começa a conversar frequentemente com AN, tornando o laço com o amigo misterioso cada vez mais forte. E junto com essa amizade, também cresce a vontade de saber a real identidade de AN. A cada novo garoto que faz contato, Jessie procura uma pista que essa pessoa possa ser AN. Seria Liam, o cara mais popular do colégio, com quem Jessie começa a trabalhar? Ou Ethan, o cara misterioso com quem precisa se encontrar semanalmente para fazer um trabalho de inglês e por quem começa a alimentar uma pequena obsessão? Ou ainda Caleb, amigo de Liam e muito misterioso? Seria ainda uma pessoa que Jessie nunca notou?

“Todos somos versões melhores de nós mesmos quando temos um tempo extra para bolar o texto perfeito.”

O livro é bastante divertido. Em certo momento, vamos conhecendo Jessie e AN pelo “jogo” das três coisas, em que cada um diz três coisas sobre si em vários momentos, ao mesmo tempo que vão deixando claro seus sentimentos.

Também nos faz vibrar a cada obstáculo vencido por Jessie, que enfrenta bullying e rejeição de muitas pessoas, mas acaba conseguindo fazer novos amigos e começa a tentar se adaptar à sua nova vida. Também começa a lidar com a situação de falar sobre a morte da mãe. Tudo isso com a ajuda de AN.

“Os dias perfeitos são para pessoas com sonhos pequenos, possíveis de ser realizados. Ou talvez para todos nós eles só aconteçam em retrospecto:são perfeitos agora porque contém alguma coisa irrevogável e irrecuperavelmente perdida.”

O final não é tão surpreendente, mas amei todo o livro, não conseguia parar de ler, pois a leitura flui muito bem e sem dúvida é uma história meiga e interessante. Triste que a leitura acabou tão rápido!

Alguém também gostou?

 

Book Haul: Junho/2016 – Parte 1

Olá, Pessoal!

Post extra aqui no blog! Hoje vou mostrar pra vocês o Book Haul de junho, que por sinal está bem recheado!

Este mês aproveitei quatro promoções para diminuir minha Wish List: 1) Desconto progressivo de dia dos namorados Saraiva (quanto mais livros comprados, maior o percentual de desconto; 2) Meliuz – O site que retorna parte das suas compras para sua conta estava com uma promoção imperdível: reembolso de 35 reais na primeira compra na Saraiva após cadastro na Meliuz (fiz compras com cadastro de 2 pessoas, rs). A promoção ainda está valendo até dia 04/07. 3) Preços promocionais na livraria Nobel; 4) Preços promocionais nas lojas Americanas.

Já podem perceber que estou falida! Falida, mas feliz!

Pra não ficar tão extenso, dividi o post em duas partes: uma hoje e outra no domingo!

Gostaria de compartilhar com vocês os livros adquiridos esse mês para, quem sabe, vocês colocarem algum deles em suas listas de leitura.

Image-3 (1)

Então vamos ver quais foram os livros e suas sinopses. Ah, alguns já tem resenha, mas conforme for resenhando, vou atualizando este post com o link, ok?

IMG_8691

A HISTÓRIA DE NÓS DOIS (Dani Atkins, Editora Arqueiro) – “Emma tem 27 anos, é linda e inteligente e vive cercada de pessoas que ama. Prestes a se casar com Richard, seu namorado desde a época de escola, ela não poderia estar mais empolgada.
Mas o que deveria ser o momento mais feliz de sua vida de repente vira uma tragédia. Emma sofre um acidente e é salva por um estranho minutos antes que o carro em que ela viajava explodisse.
Abalada, ela decide adiar o casamento. E nesse meio-tempo descobre segredos que a fazem questionar as pessoas nas quais sempre confiara – a ponto de duvidar se deve se casar afinal.
Para complicar, ela se sente cada vez mais ligada a Jack, o homem que a salvou e que não sai da sua cabeça. Jack é lindo, gentil e divertido, de um jeito diferente de todos que ela já conheceu. Por outro lado, é Richard quem ela sempre amou…
Uma mulher, dois homens, tantos destinos possíveis. Como essa história vai terminar?” POR QUE COMPREI? O livro é da mesma autora de Uma Curva no Tempo (Que por sinal é minha leitura atual) e como havia ouvido ótimas críticas do livro, resolvi comprar este.

TUDO E TODAS AS COISAS (Nicola Yoon, Editora Novo Conceito) – “Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa nunca sai em toda minha vida. As únicas pessoas com quem convivo são minha mãe e minha enfermeira, Carla.
Eu estava acostuma com minha vida até o dia que ele chegou. Pela janela olho para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano.
Ele me pega observando-o e me encara. Encaro-o também. Descubro depois que seu nome é Olly.
Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre.”  POR QUE COMPREI? Conheci e me apaixonei pelo livro só pelas resenhas que vi nos blogs. Leia a resenha aqui.

MENINA MÁ (William March, Darkside) – “Quando nasce a maldade? Nascemos todos inocentes e somos corrompidos pelo mundo à nossa volta? Ou será a maldade uma espécie de semente que carregamos dentro de nós, capaz de brotar mesmo na mais adorável das crianças? Há 62 anos, um livro de suspense psicológico faria com que milhões de leitoresdiscutissem apaixonadamente essa questão. Que livro era esse? Menina Má, mais um clássico que a DarkSide Books desenterra para os fãs do que há de melhor, e mais sombrio, na literatura mundial. Publicado originalmente em 1954, Menina Má se transformou quase imediatamente em um estrondoso sucesso. Polêmico, violento, assustador eram alguns adjetivoscomuns para descrever o último e mais conhecido romance de William March. Os críticos britânicos consideraram o livro “apavorantemente bom”. Ernest Hemingway se declarou um fã. Em menos de um ano, Menina Má ganharia uma montagem nos palcosda Broadway e, em 1956, uma adaptação ao cinema indicada a quatro prêmios Oscar, incluindo o de melhor atriz para a menina Patty McComarck, que interpretou Rhoda Penmark. Rhoda, a pequena malvada do título, é uma linda garotinha de 8 anos de idade. Mas quem vê a carinha de anjo, não suspeita do que ela é capaz. Seria ela a responsável pela morte de um coleguinha da escola? A indiferença da menina faz com que sua mãe, Christine, comece a investigar sobre crimes e psicopatas. Aos poucos, Christine consegue desvendar segredos terríveis sobre sua filha, e sobre o seu próprio passado também. Menina Má é um romance que influenciou não só a literatura como o cinema e a cultura pop. A crueldade escondida na inocência da pequena Rhoda Penmark serviria de inspiração para personagens clássicos do terror, como Damien, Chucky, Annabelle, Samara, de O Chamado, e o serial killer Dexter. O romance de William March, que chega as livrarias em 2016, é ainda uma excelente dica de leitura para os fãs da coleção Crime Scene, da DarkSide Books, que investiga casos reais de psicopatas. A ficção nunca antes foi tão assustadoramente real como em Menina Má.” POR QUE COMPREI? Depois de ler “As gêmeas do gelo”, to meio interessada em mistério com crianças. Leia a resenha aqui

Image (4)

NA ILHA (Tracey Garvin Graves, Editora Intrínseca) – Uma ilha deserta e ensolarada, com vegetação luxuriante e banhada por um mar cristalino pode ser o cenário de um sonho. Ou de um pesadelo…
Anna Emerson é uma professora de inglês de 30 anos desesperada por aventura. Cansada do inverno rigoroso de Chicago e de seu relacionamento que não evolui, ela agarra a oportunidade de passar o verão em uma ilha tropical dando aulas particulares para um adolescente.
T.J. Callahan não quer ir a lugar algum. Aos 16 anos e com um câncer em remissão, tudo o que ele quer é uma vida normal de novo. Mas seus pais insistem em que ele passe o verão nas Maldivas colocando em dia as aulas que perdeu na escola.
Anna e T.J. embarcam rumo à casa de veraneio dos Callahan e, enquanto sobrevoam as 1.200 ilhas das Maldivas, o impensável acontece. O avião cai nas águas infestadas de tubarão do arquipélago. Eles conseguem chegar a uma praia, mas logo descobrem que estão presos a uma ilha desabitada.”
De início, tudo o que importa é sobreviver. Mas, à medida que os dias se tornam semanas, e então meses, Anna começa a se perguntar se seu maior desafio não será ter de conviver com um garoto que aos poucos torna-se homem. POR QUE COMPREI? Já estava na minha lista há um tempo e o encontrei na livraria Nobel por R$ 9.90 🙂 .

TÁ TODO MUNDO MAL (Jout Jout, Companhia das Letras) – “Do alto de seus 25 anos, Julia Tolezano, mais conhecida como Jout Jout, já passou por todo tipo de crise. De achar que seus peitos eram pequenos demais a não saber que carreira seguir. Em Tá todo mundo mal, ela reuniu as suas “melhores” angústias em textos tão divertidos e inspirados quanto os vídeos de seu canal no YouTube, “Jout Jout, Prazer”.
Família, aparência, inseguranças, relacionamentos amorosos, trabalho, onde morar e o que fazer com os sushis que sobraram no prato são algumas das questões que ela levanta. Além de nos identificarmos, Jout Jout sabe como nos fazer sentir melhor, pois nada como ouvir sobre crises alheias para aliviar as nossas próprias!” POR QUE COMPREI? Tenho um certo preconceito com livro de Youtubers, mas a Jout Jout é superengraçada e imagino que seus textos sobre crises devem ser do mesmo nível de seus videos. Leia a resenha aqui.

TRÊS COISAS SOBRE VOCÊ (Julie Buxbaun, Editora Arqueiro) – Setecentos e trinta e três dias depois da morte da minha mãe, 45 dias após o meu pai fugir para se encontrar com uma estranha que ele conheceu pela internet, 30 dias depois de a gente se mudar para a Califórnia e apenas sete dias após começar o primeiro ano do ensino médio numa escola nova onde conheço aproximadamente ninguém, chega um e-mail. Deveria ser no mínimo esquisito, uma mensagem anônima aparecer do nada na minha caixa de entrada, assinada com o bizarro nome Alguém Ninguém. Só que nos últimos tempos a minha vida tem estado tão irreconhecível que nada mais parece chocante… POR QUE COMPREI? Foi amor à primeira vista. Nunca tinha ouvido falar no livro e então dou de cara com essa capa maravilhosa e logo em seguida leio a Sinopse. Não saiu dos meus pensamentos até eu voltar para buscá-lo. Leia a Resenha aqui.

Espero que tenham gostado e acompanhem a parte 2. Beijos!

Não Fale com Estranhos

Oi!

No último sábado terminei de ler “Não fale com estranhos”, último livro de Harlan Coben, lançado recentemente pela editora Arqueiro.

IMG_8654

 

Que saber se vale a pena ler? Então vamos à sinopse e logo falo sobre o livro:

“O estranho aparece do nada e, com poucas palavras, destrói o mundo de Adam Price. Sua identidade é desconhecida. Suas motivações são obscuras. Mas suas revelações são dolorosamente incontestáveis. 

Adam levava uma “vida dos sonhos” ao lado da esposa, Corinne, e dos dois filhos. Quando o estranho o aborda para contar um segredo estarrecedor sobre sua esposa, ele percebe a fragilidade do sonho que construiu: teria sido tudo uma grande mentira? 

Assombrado pela dúvida, Adam decide confrontar Corinne, e a imagem de perfeição que criou em torno dela começa a ruir. Ao investigar a história por conta própria, acaba se envolvendo num universo sombrio repleto de mentiras, chantagens e assassinatos.

Intrigante e perturbador, Não fale com estranhos é mais que um suspense de tirar o fôlego. É uma reflexão sobre o bem e o mal, o amor e o ódio, o certo e o errado, os segredos, as mentiras e suas consequências devastadoras.”

O livro é narrado em terceira pessoa e começa com a abordagem do estranho à Adam, que após saber um segredo que sua esposa guardou e que poderia ter mudado o rumo de suas vidas, investiga o fato e ao saber a verdade, pressiona Corinne para que confesse tudo. Ela não dá muitas explicações e um dia, após Corinne sair para trabalhar, manda uma mensagem para Adam pedindo um tempo e o deixando sozinho com os dois filhos. Ninguém consegue localizar Corinne e Adam começa a investigar onde a mulher possa estar, o que a motivou a guardar tais segredos e porque se afastou. Ao mesmo tempo, apesar do foco do livro ser o paradeiro de Corinne, alguns capítulos contam o que acontece com outras pessoas, nem sempre ligadas a Adam, mas sempre ligadas ao estranho.

No desenrolar do livro, vamos ligando um acontecimento ao outro, quando finalmente encontramos o que liga todos os personagens.

O livro mostra até onde as pessoas estão dispostas a ir para proteger seus segredos ou sua família e como nada ficará escondido para sempre.

Harlan Coben, como sempre, tece suas histórias com muito talento, sempre nos surpreendendo com o final. Porém, acho que o livro deixou algumas dúvidas sobre um dos personagens sem resposta.

Nos agradecimentos finais, algo interessante: Harlan agradece nomes que são de muitos personagens do livro. Essas pessoas fizeram doações para instituições de caridade em troca de ter seus nomes na obra de Harlan.

Ótimo livro, ótima ação!

Coloquem o livro na sua lista! Vocês vão gostar!

P.S.: A gatinha fofa da foto é a Katniss que acha que é modelo do blog! Tem mais fotos dela no instagram 🙂

Saga A Maldição do Tigre: Resenha

tigre

Para quem ainda não leu esta saga, A Maldição do Tigre conta a história de Kelsey Hayes, jovem que decide trabalhar num circo alimentando o Tigre Branco Ren. O que ela ainda não sabe é que Ren é Dhiren, um príncipe indiano que está aprisionado no corpo do animal há alguns séculos e logo a menina vai embarcar numa jornada em busca da liberade de Ren e seu irmão Kishan. Para isso, contará com a ajuda da Deusa Durga e do Sr. Kadam, que cuida do patrimônio da família dos Tigres, para decifrar mensagens secretas em busca de novas orientações e desafios a enfrentar. Durante toda a saga, os Tigres tem o poder de se transformarem em humanos cada vez por mais tempo, de acordo com as tarefas que forem cumprindo. E é lógico que Ren e Kishan como humanos irão lutar pela atenção e pelo amor de Kelsey. Afinal, o que é uma Saga de sucesso sem um triângulo amoroso?

Esta saga instiga, principalmente quem curte mitologia, pois é o diferencial da história. Durante toda a leitura me questionava sobre o trabalho que a autora Colleen Houck teve com pesquisas sobre mitologia para montar este conto.

Bom, isso é o que você precisa saber se ainda está decidindo se lê ou não. Agora, se você já leu, pode continuar esta resenha, pois vou compartilhar contigo o que achei dos quatro livros.

 

O QUE ACHEI? (CONTÉM SPOILERS)

 

O primeiro livro, A Maldição do Tigre, li rapidamente, pois confesso que minha curiosidade inicial era saber como os tigres se transformavam. É nesse livro também que conhecemos mais a Kelsey. O livro gira em torno de Kelsey e Ren e a química que surge entre os dois desde que ela a conhece como tigre.

O segundo livro, O Resgate do Tigre, é definitivamente o meu favorito. Por quê? Primeiro porque começa bem humorado com Kelsey tentando uma vida nova tentando esquecer Ren, saindo com vários rapazes. Mas então Ren ressurge e fica naquela provocação de quem aguenta resistir por mais tempo. Quando ela finalmente dá o braço a torcer, Ren é capturado por Lokesh e então Kelsey continua sua jornada entre lugares distantes e figuras mitológicas junto a Kishan. Sim, Kishan é o meu favorito! Na minha cabeça ele é mais bonito, mais divertido… Adoro quando ele banca o atrevido com a Kelsey.

Em A Viagem do Tigre, a leitura já começou a ficar mais lenta, pois fica difícil assimilar tanta informação (nomes de Deuses, mensagens subliminares etc), então tive que ler bem tranquila, sem pressa. Nessa parte dá impressão que a Kelsey pode desistir a qualquer momento. Eu desistiria ao encontrar qualquer um dos cinco dragões. Achei os trabalhos mais difíceis que ela teve que enfrentar.

Finalmente, em o Destino do Tigre, é que tudo fica claro (apesar de eu ter achado a morte do Kadan desnecessária, mas sempre tem que ter um drama). Demorei bastante pra ler este último livro, mas depois do meio, as perguntas vão sendo respondidas. Colleen foi brilhante ao fazer a viagem no tempo, colocando Kelsey como personagem essencial na transformação de Anamika em Durga. Foi então que entendi o porquê dos empréstimos e presentes de Durga a Kelsey, o porquê dela ter que passar por tudo que passou e foi como foi explicada a escolha de Kelsey por Ren (mesmo que em toda saga tenha ficado claro que ele era o favorito dela),  já que na verdade Kishan era Damon, o tigre de Durga. Também achei lindo como foi esclarecida a visão que Kishan teve no segundo livro, de Kelsey com um bebê no colo.

Ao final dos livros, a sensação é que a autora soube muito bem o que queria desde o começo e não fez quatro livros apenas para vender após o sucesso do primeiro.

Ainda tem A Promessa do Tigre, conto sobre Yesubai, primeiro amor de Kishan e filha do feiticeiro Lokesh. Não li, mas em breve vou ler e prometo um novo post sobre ele.